Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 20 de Agosto de 2019

Bandeira do Espírito Santo
Bandeira do Espírito Santo

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
  :: Vitória
    .: Arquitetura
    .: Como Chegar
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Distritos Turisticos
    .: Eventos
    .: Hidrografia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Litoral
    .: Parques
    .: Relevo
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Municípios


Vitória - ES

Arquitetura
Fortes | Palácios | Construções | Monumentos | Praças | Templos

Fortes:

Forte São João:
Construção de 1837, foi a única fortificação que se preservou na ilha, das 4 que existiam. Mantém alguns  detalhes da época da colonização e canhões. Abrigou o Cassino Trianon e atualmente é a sede do Clube de Regatas Saldanha da Gama. 
Localização: Centro.

Palácios:

Palácio Anchieta:
Construção do século XVI, originada da Igreja de São Tiago, construída pelos padres jesuítas em 1551. Até 1760, abrigou o Colégio de São Tiago, passando depois a ser ocupado pelo Governo da Província e, finalmente, pelos Governadores do Estado, o que se mantém até os dias de hoje. Guarda o túmulo do Padre Anchieta.
Localização: Praça João Clímaco, s/nº, Centro - Tel: 3322-0111.
Funcionamento: Restrito ao túmulo do Padre José de Anchieta que pode ser visitado diariamente das 8:00h às 18:00h. 

Palácio Domingos Martins:
Construção de 1912, no local da antiga Igreja da Misericórdia do século XVII, em estilo eclético rico em detalhes. Sediou a Assembléia Legislativa do Estado. Tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual. Homenageia o herói capixaba da Revolução Pernambucana, Domingos José Martins, morto em 1817.
Localização: Cidade Alta, Centro - Tel: 3322-0055.  

Palácio Jerônimo Monteiro:
Construção que abriga a Prefeitura Municipal.
Localização: Av. Marechal Mascarenhas de Morais, conhecida como Av.  Beira Mar.

Palácio Atílio Vivacqua: 
Construção que abriga a Câmara Municipal.
Localização: Av. Marechal Mascarenhas de Morais, conhecida como Av.  Beira Mar.

Construções:

Porto de Tubarão:
Inaugurado em 1966, de propriedade da Companhia Vale do Rio Doce, é o maior porto de exportação de minério de ferro do mundo, totalmente automatizado, sendo integrado a um terminal ferroviário.
Localização: Praia de Camburi.

Funcionamento: Visitas devem ser marcadas com antecedência.

Porto de Vitória:
Construção de 1911, está situado na Baía de Vitória. É o mais antigo e importante do Estado para exportação de produtos siderúrgicos e grãos. Em 1925, começou a construção de uma muralha de 130 m de extensão e 3 armazéns, atualmente são 4. Sua construção modificou todo o formato da Ilha de Vitória pois foram feitos muitos aterros. 
Localização: Centro da Cidade. 

Ponte Darcy Mendonça / Terceira Ponte:
Possui 4 km de extensão e liga Vitória a Vila Velha. Oferece vista panorâmica das Cidades.
Localização: Enseada do Suá.

Ponte Florentino Avidos / Cinco Pontes / Ponte do Príncipe:
Construção de 1926, em ferro, feita por ingleses, sobre o Canal Sul, que separa a Ilha do Príncipe do Continente. Liga Vitória à Vila Velha pelo sul. Sua estrutura foi fabricada na Alemanha.

Solar Monjardim:
Construção do século XVIII, é um exemplar da arquitetura rural do sudeste, considerada pelos especialistas como uma das mais bem conservadas do sul e sudoeste brasileiro. Abriga um Museu e é cercado por grandes mangueiras.
Localização: Bairro de Jucutuquara.

Prédio da Secretaria de Administração:
Construção de 1924 em estilo eclético, para abrigar a Serviço de Melhoramentos Urbanos de Vitória, órgão criado para cuidar dos trabalhos de embelezamento e transformação urbanística da Cidade. Possui fachada, ricamente ornada, com frisos, platibanda decorada, balaústres nas sacadas. Tombado em 1983. Abrigou a Secretaria de Administração de 1972 a 1983. Em 1995, foi restaurado e adaptado para receber o Museu de Artes Plásticas de Vitória.

Teatro Glória:
Construção de 1932, em concreto armado, possui, além do teatro, salas comerciais e lojas. O Teatro abre esporadicamente para espetáculos.
Localização: Praça Costa Pereira. 

Teatro Carlos Gomes:
Construção de 1925, inspirada no Teatro Scala de Milão, em estilo neo-renascentista italiano, apresenta em seu interior lustres de cristais, espelhos bisotados franceses, foiers com pisos de mármore e colunas de ferro fundido que sustentam os camarotes e em sua fachada, esculturas que fazem menção às artes e o busto do grande músico brasileiro que dá nome ao Teatro. É tombado pelo Conselho Estadual de Cultura.

Localização: Praça Costa Pereira, Cidade Baixa, Centro - Tel: 2223-4882.

Teatro Carmélia:
Adaptação de 3 galpões de café que se transformaram em um teatro, um cinema, 3 galerias, um bar e uma biblioteca.
Localização: Alameda Novo Império, s/nº, Santo Antônio - Tel: 2222-8444.

Mercado da Capixaba:
Inaugurado em 1926, em estilo neoclássio, mantinha um atracador para pequenas embarcações que traziam os produtos frescos, na sua parte posterior pois o mar batia próximo. Funcionou como mercado até 1960. Em 1983, foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura. Apresenta 2 pavimentos, o térreo abriga bares, açougues, depósitos e comércio varejista e o superior, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.
Localização: Av. Jerônimo Monteiro.

Casarões da Rua José Marcelino:
Construções do período colonial, tombadas pelo Patrimônio Histórico, feitas em pau-a-pique. São geminadas e não possuem afastamento frontal nem lateral.
Localização: Rua José Marcelino, 197, 203 e 205, Centro.

Escadaria Maria Ortiz:
Inaugurada em 1824, é uma homenagem à heroína capixaba Maria Ortiz, que se destacou na luta contra contra os holandeses que tentaram invadir Vitória em 1624. É decorada com balaustrada em concreto e postes em ferro. É o principal elo de ligação entre a parte baixa da Cidade e a parte alta.
Localização: Centro da Cidade e liga a Praça Oito à Cidade Alta.

Escadaria Djanira Lima:
É decorada com balaustrada em concreto e postes em ferro.

Escadaria Bárbara Lindenberg:
Construção de 1860, passou por diversas reformas, sendo a última em 1995 quando voltou a sua cor original, rosa e branco. Possui quatro estátuas simbolizando as estações do ano e uma fonte artificial. Conhecida por Escadaria do Palácio, passou a ser chamada Bárbara Monteiro Lindenberg em 1968, numa homenagem à irmã do ex-Governador do Estado. Liga a Cidade Baixa à sede administrativa do Governo do Estado.
Localização: Em frente ao Palácio Anchieta.

Escadaria São Diogo:
Construção de 1642. Liga a praça Costa Pereira à Cidade Alta. É a escadaria mais antiga e é decorada com balaustrada em concreto e postes em ferro.

Escadaria Carlos Messina:
Possuir canteiro central ajardinado e os corrimãos com desenho geométrico.
Localização: Centro.

Prédio da FAFI:
Construção da década de 20, em estilo eclético, com sua utilização voltada para o ensino. Abrigou grupo escolar, colégio estadual e a Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras, origem de seu nome popular. Não apresenta afastamento frontal, e sua frente está voltada para a Avenida mais movimentada do Centro. Atualmente abriga a Escola Livre de Arte. Tombado em 1983.
Localização: Parte baixa do Centro de Vitória.   
 

Prédio do Arquivo Público Estadual:
Construção de 1920, em estilo neoclássico. 
Localização:
Av. Pedro Palácios, 76, Cidade Alta - Tel: 2223-2952.

Prédio do Museu de Arte do Espírito Santo:
Construção da década de 20, em estilo eclético.
Localização: Em frente ao prédio da FAFI. 

Nova Sede da Assembléia Legislativa do Estado: 
Construção moderna e luxuosa, revestida com mármore nas cores da bandeira do Estado. Abriga uma galeria de arte com exposições temporárias. 
Localização: Enseada do Suá. 

Escola Municipal São Vicente de Paulo:
Construção do séc. XIX, feito para ser uma residência, conserva até hoje o seu mobiliário. 
Localização: Rua José Marcelino. 

Loja Maçônica União e Progresso: 
Construção do século XIX. 
Localização: Rua José Marcelino.

Casarão da Família Cerqueira Lima:
Construção do fim do século XIX, atualmente abriga um centro cultural. 
Localização: Rua Muniz Freire. 

Escola Maria Ortiz:
Construção de 1912, em estilo eclético, foi a primeira escola normal de Vitória.  
Localização: Em frente ao Palácio Anchieta.

Monumentos:

Relógio da Praça Oito:
Monumento situado na Praça Oito de Setembro. De hora em hora, suas badaladas reproduzem as sete primeiras notas do Hino do Espírito Santo.  

Chafariz da Capixaba:
Monumento construído em 1828, tombado em nível estadual, é o único que restou dos cinco chafarizes que abasteciam a Cidade. Captava águas das nascentes do Morro da Capixaba. Em 1938, foi restaurado e hoje encontra-se em bom estado de conservação.
Localização: Barão de Monjardim, no sopé da subida para o Parque da Gruta da Onça.

Praças:

Praça Costa Pereira:
Construção da década de 20, abriga árvores centenárias.
Localização: Centro.

Praça Oito de Setembro:
Tradicional palco de manifestações políticas. Abriga um relógio com torre de 16 m de altura.

Praça dos Namorados:
Local de lazer com brinquedos, pista de skate, pista de patinação, lanchonete, quadra de esportes, áreas de feiras, área para passeio, chafariz, pista de cooper, campo de futebol de areia e palco para shows.
Localização: Av. Saturnino de Brito, s/nº, Praia do Canto, junto ao Iate Club do ES - Tel: 2905-5180.

Praça dos Desejos:
Local de lazer com playground, pista de patinação, área para passeios, coreto, quadra de esportes e vários quiosques.
Localização: Av. Saturnino de Brito, s/nº, Praia do Canto - Tel: 2905-5180.

Praça da Ciência: 
Praça com 7.500 m², é um espaço onde as crianças aprendem como ocorrem vários fenômenos físicos. Abriga brinquedos projetados e patenteados pelo Museu de Astronomia do Rio de Janeiro, bancos, jardins, gramados, ciclovias e calçadão.
Localização: Próximo à Praça dos Desejos, na Praia do Canto.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 8:00h às 21:00h. 

Praça do Papa:
Homenagem ao Papa João Paulo II que ali rezou missa em 1989.
Localização: Enseada do Suá.

Templos:

Capela de Santa Luzia:
Construção anterior a 1550, feita por Duarte de Lemos, que recebeu a ilha em 1537, então chamada Santo Antônio, devido à ajuda que prestou ao donatário Vasco Fernandes, no combate aos indígenas. Situa-se sobre uma pedra e é a Igreja mais antiga da Ilha. Possui arquitetura de linhas simples com paredes grossas e até hoje preserva suas características originais. Sediou o Museu de Arte Sacra, uma galeria de arte e um Centro de Pesquisas da Universidade do Espírito Santo. Atualmente é a sede do IPHAN regional.  
Localização: Rua José Marcelino, s/nº, na Cidade Alta, Centro - Tel: 2223-0606.
Funcionamento: Diariamente de 8:00h às 17:00h.

Catedral Metropolitana:
Construção de 1920, em estilo neogótico, feita no mesmo local onde se encontrava a antiga Igreja Matriz de 1558. Passou por várias reformas e ampliações até chegar à forma atual. Possui vitrais valiosos, inspirada na Catedral Alemã de Colônia e uma capela onde estão enterrados os bispos do Espírito Santo. Tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual.
Localização: Praça D. Luis Scortegagna s/nº, Cidade Alta, Centro - Tel: 2223-0590.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário:
Construção de 1765 feita pelo Bispado da Bahia a pedido da Irmandade dos Homens Pretos. Em estilo colonial, abriga em seu interior imagens de Santos pretos: Santo Elesbão e Santa Efigênia. Foi tombada pela SPHAN. Dela saem as tradicionais procissões de São Benedito.  
Localização: Rua do Rosário, s/nº, Centro.

Igreja de São Gonçalo:
Construção de 1766, em alvenaria de pedra argamassa com cal e borra de óleo de baleia, em estilo colonial jesuítico, contando com a mão-de-obra escrava. Abrigou por muito tempo a Sede do Arcebipado e, durante muito tempo, foi palco dos principais casamentos da capital. Em seu interior destacam-se as imagens portuguesas setecentistas de Santo Inácio de Loiola e São Francisco Xavier,  pertencentes à Igreja de São Tiago. Atualmente abriga a antiga Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, hoje, Venerável Arquiconfraria.  Tombada pela SPHAN em 1948.
Localização: Rua São Gonçalo s/nº, Cidade Alta, próximo ao Palácio Anchieta, Centro.

Convento de São Francisco:
Construção de 1591, em estilo colonial e barroco, é o mais antigo convento do Brasil. Mantém suas características originais até hoje. No seu pátio central sob a estátua de Nossa Senhora da Penha encontram-se os restos mortais dos principais freis que ali trabalharam. Foi a primeira edificação a ter abastecimento de água em Vitória. 
Localização: Rua Abílio dos Santos, 47, Cidade Alta, Centro - Tel: 2223-6711.

Santuário de Santo Antônio:
Construção de 1956, feita pela Congregação Pavoniana, em estilo renascentista italiano, é dedicado ao Santo Padroeiro da Cidade. Teve como modelo a Igreja de Nossa Senhora da Consolação, em Todi, na Itália central.  Localiza-se no topo de uma pedra e envolvido pela mata. Destaca-se por sua cúpula central que, à noite, fica totalmente iluminada. Seu interior apresenta moderada iluminação e obras de arte. Nele se realiza anualmente a Encenação Vida e Paixão de Cristo em parceria com Secretaria Municipal de Cultura de Vitória.
Localização: Av. Serafim Derenzi, Santo Antônio - Tel: 2223-2160.

Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória:
Único templo evangélico com torre e arquitetura em estilo clássico.
Localização: Rua 7 de setembro, Centro.

Convento Nossa Senhora do Monte do Carmo:
Construção de 1682, na Vila de Vitória, composto pela Igreja e Convento, em arquitetura religiosa. Em 1900 passou a sediar o Colégio de Nossa Senhora Auxiliadora. Atualmente abriga o Convento, com várias atividades de atendimento à comunidade, acomodações para gestantes solteiras; uma creche; programa de atendimento educacional, alimentício e de saúde para menores carentes; um seminário, o Colégio Nacional e a Igreja do Carmo. Seu acesso é feito por uma escadaria da década de 20. 
Localização: Subida para a Cidade Alta.






® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal