Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 23 de Agosto de 2019

Bandeira do Rio Grande do Norte
Bandeira do Rio Grande do Norte

» Home
» Brasil
» Regiões
  :: Rio Grande do Norte
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Culinária
    .: Economia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Quadro Humano
    .: Quadro Natural
    .: Turismo
    .: Sites Estaduais

 
» Capitais
» Municípios


Rio Grande do Norte (RN)

Quadro Humano

Características:

A maior parte da população se concentra na  baixada litorânea oriental, sobretudo na região de Natal, a região mais úmida do Estado. Nas demais regiões, as densidades se reduzem bastante, sendo a do Sertão de Angicos a menos povoada. O negro nunca chegou a ser dominante no Rio Grande do Norte, só aumentando seu número quando o pastoreio cedeu lugar à cultura da cana e, depois, do algodão. A miscigenação do português (do Alentejo, das Ilhas, do Minho) com o índio originou a  população. Vaqueiros, peões, cantadores são, até hoje, em grande maioria, caboclos de pele morena e cabelo escorrido. Mulatos e cabrochas ocorrem em muito menor número do que nos Estados vizinhos. 
Os holandeses não deixaram marca étnica apreciável no Estado. 
73,3% do total são urbanos, 51% são mulheres. Segundo o CENSO 2000, 54,3% são pardos, 41% brancos, 3,6% pretos, 0,7% amarelos ou índios e 0,4% não declarou a cor.
Todo o território estadual recebe influência da Cidade de Recife (PE), através de Natal, porção oriental e setentrional do Estado, e Campina Grande (PB), no sudoeste. Os indígenas, principalmente os das raças Tupi (os potiguares) e Cariri eram muito numerosos na região, mas  o apresamento, a miscigenação, as doenças importadas e o extermínio à mão armada dizimaram-nos rapidamente.






® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal