Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 31 de Outubro de 2014
Busca no Site:
Busca por município:

Bandeira do Rio de Janeiro
Bandeira do Rio de Janeiro

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
» Capitais
  :: Guapimirim - RJ
    .: Dados Gerais
    .: História
    .: Informações
    .: Lazer
    .: Turismo Cultural
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Álbum de Fotos
» Notícias
» Comentários
» CEP
» Fale Conosco
» Favoritos
» Quem Somos


Guapimirim - RJ

Lazer
Rios | Poços | Cachoeiras | Relevo | Áreas de Lazer | Áreas de Preservação  

Rios:

Rio Guapimirim:
Rio que nasce na Serra dos Órgãos, atravessa a sub-sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, formando piscinas naturais. Deságua na Baía de Guanabara. Banha a Área de Proteção Ambiental de Guapimirim. Possui 14 km de extensão.

Rio Guapi: 
Rio com 11 km de extensão, é formado pelo Rio Guapimirim e pelo Macacu através de uma obra de engenharia que os ligou. Deságua na Baía de Guanabara.

Rio Soberbo:
Rio que banha o Parque Nacional da Serra dos Órgãos e a Área de Proteção Ambiental de Petrópolis, formando piscinas naturais. Deságua na Baía de Guanabara.

Rio Bananal:
Rio que banha o Parque Nacional da Serra dos Órgãos e a Área de Proteção Ambiental de Petrópolis.

Rio Iconha:

Rio Sucavão:

Rio Paraíso:
Rio que banha a Estação Ecológica Estadual do Paraíso.

Rio Macacu: 
Rio que nasce na Serra dos Órgãos, banha a Área de Proteção Ambiental de Guapimirim. Durante o verão, oferece fortes correntezas e longas corredeiras por causa das chuvas. Deságua na Baía de Guanabara. Abastece a população da região e está interligado ao Rio Guapimirim.

Rio Corujas:

Rio Sertão:  

Poços:

Poço do Padre:

Poço Verde:
Piscina natural com águas frias, cristalinas e forte queda d'água. Seu nome é devido ao limo do rio e à centenária vegetação circundante.
Localização: Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Poço do Ferreira:

Cachoeiras:

Cachoeira do Soberbo: 
Queda do Rio Soberbo com 4 m de altura, águas frias e transparentes, formando uma piscina natural, com 12 m de diâmetro.
Localização: Subsede do parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Cachoeira:
Queda do Rio Soberbo com águas transparentes e frias formando ampla piscina natural, propícia aos banhos, saltos, piqueniques e camping. Abriga as ruínas da antiga ferrovia que ligava Magé a Teresópolis.
Localização: Subsede do parque Nacional da Serra dos Órgãos. 

Relevo:

Serra da Caneca Fina:
Formação montanhosa que abriga diversas cachoeiras, casas e sítios. Possui área de camping
Localização: Bairro Caneca Fina.

Serra dos Órgãos:
Paredão abrupto e contínuo, que apresenta picos rochosos, com altitudes que oscilam de 800 a 2.200 m, quedas d’água e rios. É uma seção da Serra do Mar. Abrange os Municípios de Teresópolis, Magé,  Cachoeiras de Macacu, Petrópolis e Guapimirim. A temperatura mínima é de -5ºC e a máxima é de 30ºC. Apresenta vegetação típica de alta montanha, encontrando-se desde vegetais de efeito ornamental, até outros de valor comercial, quase todos bastante raros e protegidos. O traçado da BR-116 recorta seu relevo. Oferece vista panorâmica da Baía de Guanabara, o Oceano Atlântico a Baixada Fluminense e o Grande Rio. Propícia ao alpinismo e excursionismo.

Dedo de Deus:
O famoso Dedo de Deus, com 1.692m de altitude, embora situado em Guapimirim, é a marca registrada de Teresópolis e é ainda o símbolo do alpinismo nacional.

Pedra da Cruz:
Formação montanhosa com 2.230m de altitude.

Vale das Pedrinhas: 
Área que abriga sítio arqueológico formado por sambaquis com cerca de 8.000 anos. São eles:

  • Sambaqui de Sernambetiba, 

  • Sambaqui de Arapuan, 

  • Sambaqui de Amourins, 

  • Sambaqui do Fernando, 

  • Sambaqui do Cordovil, 

  • Sambaqui do Guapi e 

  • Sambaqui do Guará-Mirim.

Áreas de Lazer:

Parque da Serra da Caneca Fina:
Área de lazer, cercada de cachoeiras e vegetação, possui espaço para camping.

Áreas de Preservação:

Parque Nacional da Serra dos Órgãos: 
Área de preservação, criada em 1939, tendo seus limites alterados posteriormente em 1984, que ampliou a área para 11.800 ha, abrangendo parte dos municípios de Guapimirim, Magé, Petrópolis e Teresópolis. Seu território apresenta altitudes que variam entre 400 m a 2.263 m, ponto culminante - a Pedra do Sino. A
região é composta por terrenos profundamente acidentados, com picos, escarpas íngremes, encostas nuas ou, às vezes, com vegetação, apresentando inúmeros rios que formam cachoeiras e corredeiras. Na flora da região destacam-se canelas, quaresmeiras, ingás, acácias, timbós, cedros, etc.  A fauna é rica e diversificada, tendo entre os mamíferos estão cutia, quati e tamanduá-mirim, entre as espécies ameaçadas de extinção, o maior primata americano, o mono-carvoeiro, além do puma, e aves como papagaio-de-peito-roxo, bicudo e jacutinga. Seus picos mais famosos são: o Dedo de Deus, o Dedo de Nossa Senhora, Pedra do Sino e a Pedra-Açu. É administrado pelo IBAMA. É o segundo Parque Nacional mais visitado do Estado do Rio de Janeiro, oferecendo centros de visitantes, piscina natural, restaurantes, áreas próprias para piqueniques e caminhadas, abrigos, trilha suspensa, muro de escalada e a Casa do Montanhista. Oferece serviço gratuito de guias para as trilhas, possui área de camping e alojamento. Para o montanhismo e trekking, a melhor época é de maio a outubro e para banhos nos poços e nas piscinas naturais, de novembro a fevereiro. Sua sede administrativa e suas principais dependências encontram-se em Teresópolis.
Localização
: Município de Petrópolis, Magé, Guapimirim e Teresópolis - Tel: 642-1070 (sede), 632-2411 (subsede) e 286-3544 (serviço de guias).
Funcionamento: 3ª feira a domingo das 8:00h às 17:00h. 

Estação Ecológica Estadual do Paraíso:  
Área de preservação de Mata Atlântica, com 4.920 ha, criada em 1987, abrange terras dos municípios de Guapimirim, Petrópolis e Cachoeiras de Macacu, junto ao limite de Teresópolis, estendendo-se ao longo dos contrafortes da Serra dos Órgãos. Abriga o Centro de Primatologia do Rio de Janeiro. É administrado pela FEEMA  e possui Floresta de Mata Atlântica e diversos rios.   

Área de Proteção Ambiental de Guapimirim: 
Área de preservação com 14.340 ha, criada em 1984, sendo 9.457 ha terrestres, abrangendo parte dos municípios de Magé, Guapimirim, Itaboraí e São Gonçalo. Tem a finalidade de preservar os mangues e as águas do recôncavo da Baía de Guanabara, junto à foz dos rios que drenam do interior da região. Abriga a Baía do Rio Guapimirim que corta essa APA, num percurso de 7 km, até chegar na Baía de Guanabara. É administrada pelo IBAMA e possui manguezal, campo inundável (brejo e várzeas) e diversos rios. 

ECOLOG'S / Pantanal Fluminense: 
Reserva ecológica de manguezais, com 14.340 ha, abriga jacarés de papo amarelo, 171 espécies de aves, 15 espécies de peixes, mamíferos e répteis.   
Localização: Estrada do Contorno (BR-493), km 17, Vale das Pedrinhas - Tel: 2633-1515.






Busca no Site:
Busca por município:

© Copyright 2000-2013 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal