Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 22 de Julho de 2017

Bandeira do Brasil
Bandeira do Brasil

» Home
» Brasil
  :: Centro Oeste
  :: Norte
  :: Nordeste
  :: Sul
  :: Sudeste

 
» Estados
» Capitais
» Municípios


Regiões

Nordeste

Berço do Brasil, com natureza exuberante, onde o verão é eterno. Assim é a Região Nordeste.
Constitui-se por extenso planalto, antigo e aplainado pela erosão, que forma as Chapadas de Diamantina, Araripe e Ibiapaba, e pelos planaltos das Serras de Borborema e Baturité.
É dividida em 4 áreas distintas, de leste para oeste, devido às suas características humanas, econômicas e naturais.

  • Zona da Mata - Onde iniciou-se a colonização portuguesa, as plantações de açúcar e o cultivo do cacau e do coco, correspondendo à faixa litorânea de até 200 km de largura, do Rio Grande do Norte ao sul da Bahia, com clima tropical úmido, chuvas concentradas no outono e inverno, exceto no sul da Bahia, onde se distribuem ao longo do ano. O solo, escuro e fértil, é o Massapê. 

  • Agreste - Área de transição entre o úmido e o semi-árido, onde é praticada a pecuária leiteira e a policultura, com ênfase na lavoura algodoeira.

  • Sertão Semi-Árido - Correspondendo a todo o interior chegando até o litoral do Rio Grande do Norte e Ceará. As chuvas são escassas e apresenta secas periódicas. A vegetação típica é a caatinga. O único rio é o São Francisco, que fornece a água para as populações ribeirinhas, represado pelas Hidrelétricas de Sobradinho, Itaparica e Paulo Afonso. A economia se baseia em latifúndios de baixa produtividade e as fazendas de gado são um estabelecimento rural típico. Desta região é de onde saem o maior número de imigrantes.

  • Meio Norte - Transição entre o Sertão Semi-Árido e a Região Amazônica, correspondendo a parte do Piauí e ao Maranhão e apresentando clima mais úmido. Seu principal rio é o Parnaíba, represado pela Hidrelétrica de Boa Esperança. Neste local encontramos a Mata dos Cocais, com a palmeira babaçu (óleo para cosméticos, margarinas, sabões, lubrificantes), a carnaúba e nos vales úmidos, o arroz.


A Região Nordeste é a segunda mais populosa do Brasil e a distribuição da população é bastante irregular. 70% dela se concentram na faixa oriental. Outra característica da população é seu movimento migratório principalmente para o Sudeste. Apresenta três Metrópoles Regionais: Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE). 
Sua economia baseia-se na agricultura açucareira e cacaueira, na exploração de petróleo no litoral e na plataforma continental, que é processado na Refinaria Landulfo Alves, em Salvador (BA), e no Pólo Petroquímico de Camaçari (BA); e no turismo. Os principais centros industriais se localizam nas regiões metropolitanas.
Local de intensa manifestação cultural popular com festas folclóricas, teatro e artes plásticas, apresenta características marcantes na literatura, a Literatura de Cordel, vendida pelos autores nas feiras e nas ruas, contando acontecimentos dramáticos do cotidiano, da história política, lendas e histórias, além disso, temos os Desafios, duelos verbais acompanhados em geral por violas e rabecas, com temas improvisados. As estrofes são chamadas de Repentes, e os desafiantes, Repentistas. Os principais personagens que fazem parte do folclore têm origem indígena ou européia.
Seu litoral apresenta praias paradisíacas, com água limpa e refrescante, coqueiros, recifes de coral, falésias e piscinas naturais, dunas de areia fina, e ilhas freqüentadas por aves raras, golfinhos e tartarugas marinhas. Nele, encontramos as Ilhas do Arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco.
Reúne o que existe de mais típico no Brasil, herança de origem africana, como o forró, frevo, ciranda, maracatu e lambada, assim como os trios elétricos, o Carnaval, e a na religião, o Candomblé e a Umbanda. 
Sua culinária é a base de coco, azeite de dendê, diversos tipos de pimenta e outros condimentos. Tendo como exemplos o vatapá, a buchada de bode, a carne de sol, moqueca de peixe e camarão, caruru, sarapatel, acarajé e xixim de galinha, além de doces como a tapioca, o pé-de-moleque e cuscuz. A água de coco é muito consumida ao natural ou como aperitivo misturada com destilados além da famosa caipirinha.
A arquitetura colonial nos faz voltar ao passado principalmente em Olinda (PE), berço da civilização portuguesa no Brasil, e no Bairro do Pelourinho, em Salvador (BA), declarados Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, juntamente com S. Luís, no Maranhão que possui variados azulejos na arquitetura dos séculos XVII e XVIII, onde se vê a influência dos holandeses, franceses e portugueses.
O artesanato regional variado, como por exemplo, as rendas de bilros, peças em cerâmica, madeira e couro, garrafas coloridas, redes e tapetes, pode ser encontrado no Mercado Modelo, em Salvador (BA), na Casa da Cultura, em Recife (PE) e na Feira de Caruaru, em Pernambuco.
Abriga o Parque Nacional da Serra da Capivara, no Município de Raimundo Nonato, no Piauí, onde se encontram pinturas rupestres.

Dados Gerais:


Estados

Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia

Área

1.561.177,8 km² - 18,3% do território

População

47.741.711 habitantes (2000)

Densidade Demográfica

30,58 hab/km²

Expectativa de vida

homens - 60,8 anos 

mulheres - 67,7 anos
Educação

41% analfabetismo

Escolaridade

1º grau - 76%

2º grau - 7,3%
Superior - 2%
Temperatura Média

24ºC

Economia

Agricultura


® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal